Sorriso Xtreme White Brilho 5 Estrelas

Equipe Escova de RollingSkate

Com a publicação da reportagem sobre os esportes radicais no ABC pelo jornal do Rudge Ramos, vou também divulgar a versão da Equipe Escova de RollingSkate sobre a modalidade, perguntas feitas pela Elíria Buso, respondidas pelo piloto Clezio Soares da Fonseca.

O RollingSkate é uma adaptação do antigo carrinho de rolimã com rodas de Skate, o piloto desce o percurso deitado de bruços com a cabeça projetada a frente. O corpo fica rente no asfalto e a velocidade passa dos 100 km/h. Em alguns países existem modalidades semelhantes ao nosso carrinho, cito o Skullboard da França, Skeleton da Espanha e o Xtreme Street Sled dos Estados Unidos.

Como surgiu o esporte na região? Desde quando existe a equipe
A Equipe Escova de RollingSkate integrada com 12 pilotos foi criada em Diadema na década de 1990 . Tudo começou pelo fato de as ruas do bairro, antes de terra, terem ganhado asfalto.E um certo dia surgiu uma pessoa com um antigo carrinho de rolimã, foi assim que despertou o interesse de formarmos uma equipe, no mesmo dia os amigos se juntaram e em janeiro de1991 oficialmente nasceu a Equipe Escova, mas a idéia do nome desses carrinhos veio da cidade de Valinhos - SP, onde o esporte já era praticado há algum tempo em um loteamento chamado de Parque Portugal

Parque Portugal - Valinhos em 1991

Como o amigo Almir Borba lembra " Desde o início, a equipe sempre foi superior às outras em número de integrantes, além da organização e até mesmo desempenho". Até hoje temos nosso uniforme próprio que identificam o grupo.

Campeonato de Paulínia - 1998

Como foi a aceitação dos moradores? Havia procura para participar?
Nossos vizinhos sempre nos apoiaram, eram nossa torcida nos campeonatos que participávamos, enchíamos o ônibus; era uma confraternização muito grande nos eventos, porque sempre primamos pelas amizades e fazíamos "as farofadas" com todos os competidores, por isso onde passamos deixamos amigos. No nosso bairro havia muita procura pela molecada em querer se juntar à nossa equipe, mas tínhamos que restringir para poder manter a competividade e estimular novas equipes a aderirem ao esporte, ficaria sem graça um campeonato só com pilotos da Equipe Escova.

Quem organiza as competições do esporte? Há uma liga?
Desde o início os próprios atletas que organizam campeonatos, porque o RollingSkate não é uma modalidade reconhecida pela IGSA (International Gravity Sports Association) órgão que regulamenta os esportes de gravidade, caso do Street Luge e o Longboard Downhill. O auge dos campeonatos foi na década de 1990, onde se tentou formar uma federação própria, mas devidos a alguns contra tempos do destino (perdemos amigos queridos que abalaram a motivação), acabou não acontecendo sua formação e ficamos na informalidade e amadorismos desses campeonatos:

O 1º Campeonato de Rolling Skate de Valinhos-SP e da Equipe Escova foi realizado em 1991 cujo mérito foi ter conseguido o 2º e o 5º lugar, neste campeontato tivemos a cobertura do programa Perfil apresentado pelo Otávio Mesquita (SBT), hoje na TV Band.

2º Campeonato de RollingSkate realizado em Diadema em 12/10/1991, sucesso de participantes e público, foi o único campeontato realizado no ABCD, o campeão foi o grande amigo e vitorioso José Roberto Tedeschi "Barba" da Equipe Cobra de Campinas - SP, falecido anos depois. Na final conseguimos nos classificar do 3º ao 6º lugares devido a um incidente provocado por um dos nossos pilotos que acabou nos tirando a chance da vitória em nossa casa. Como em Valinhos, tivemos cobertura jornalística, mas desta vez foi do programa Vitória da TV Cultura.


3º Campeonato de RollingSkate em Jaguariúna, , foi uma prova longa e difícil devido a algumas dificuldades na organização da prova e também ao desgaste físico e emocional provocado pelo excesso de calor do tempo e da pressão psicológica sofrida com a torcida local que acompanhava os eventos e sabiam que éramos fortes candidatos a tão sonhada 1ª vitória. Infelizmente não temos registros audio visuais desta etapa, mas fica registrado o resultado final:
1º Lugar - "Boca" - Campinas
2º Lugar - José Carlos "Prego" - Malucos da Ladeira - Valinhos
3º Lugar - Clezio Soares da Fonseca - Equipe Escova - Diadema
4º Lugar - João Carlos B. da Silva - Equipe Escova - Diadema

4º Campeonato de RollingSkate realizado na cidade de Pedreira-SP em 1991, foi uma prova emocionante do começo ao fim com vários acidentes incríveis porém sem gravidade num circuito seletivo e ao mesmo tempo perigoso. Primeira vitória da Equipe Escova com o piloto Jair Barbosa do Nascimento "Deda" numa acirrada disputa com o piloto "Boca" de Campinas, este o mais guerrido e experiente da região.

O sucesso das competições de RollingSkate, nome dos carrinhos adotado pelo pessoal que praticava na região de Campinas e Valinhos, estava crescendo a ponto de se cogitar a idéia de criar uma confederação da modalidade. Antônio Jayme Tancredo, líder da Equipe Cobra de Campinas juntamente com o Sr. Antonio sócio da equipe, estavam providenciando os estatutos das regras e a documentação para registro dessa entidade, quando infelizmente houve as mortes do Sr. Antônio e do "Barba" (José Roberto Tedeschi), este último muito querido por todos que praticavam esse esporte. Devido a essas perdas lastimáveis, o RollingSkate entrou numa fase de declínio e parada, só três anos mais tarde houve uma pequena tentativa de retorno com alguns encontros esporádicos em Valinhos, Lindóia, Serra Negra e Paulínia.

Campeonato de Paulínia em 1998

Na virada do século XXI, o mundo não tinha acabado e nem o tesão por uma boa descida a milhão num carrinho. Alphaville aqui vamos nós! Foi a descoberta da década, longas descidas a mais de 110 Km/h, pura adrenalina. Carrinhos de rolimãs, skates, LongBoards, aviãozinhos de controle remoto, motos nas trilhas, podia se achar de tudo, até nós! Pena que não usufluímos muito, foram só alguns meses nesse ano de 2001.

Aquela Estrada Onze deixou saudade.

Estrada Onze em Alphaville - SP

A experiência de descer a 120 Km/h deitado numa prancha de madeira, entrar nas curvas fazendo drift com o carrinho nos fez querer reviver toda a empolgação de participar de um campeonato novamente. Foi pesquisando na internet que descobrimos o Malarrara ProTeutônia no Rio Grande do Sul onde competiam pilotos internacionais do Luge e do LongBoard. A pista considerada uma das mais rápidas do mundo atiçou o desejo de poder participar, mas infelizmente a nossa modalidade não é reconhecida como um esporte de projeção internacional ou de cunho a se formar esportistas profissionais. Em tentativas de conseguir reverter esse quadro e obter apoio junto aos que ali participavam, procuramos fazer contatos com a organização e atletas importantes, como por exemplo Douglas Dalua. Enchemos o saco dele! Graças a ele, que nos deu o toque para que procurássemos fazer por onde, pois ele como desportista só poderia competir. Sendo assim decidimos que iríamos começar a divulgar a nossa modalidade: Carrinhos de RollingSkate, juntamente com os de outras categorias como por exemplo o Street Luge e o LongBoard a qual poderíamos competir juntos. Desde então nasceu a idéia de criarmos um laço de união, apartir de Junho de 2010 surgiu o Encontro dos Radicais com a finalidade de promover os esportes radicais e reunir os amigos para uma diversão sem igual.

1º Encontro dos Radicais realizado no dia 26/06/2010 em Alphaville - SP.
Com a participação de varias modalidades:

Carveboard - Classic Luge - Longboard - Patins - RollingSkate - Skate - Street Luge

O Encontro dos Radicais é uma espécie de "Woodstock" de rodinhas, no município de Santana de Parnaíba (Alphaville) Estado de São Paulo. O evento começou a ser realizado na Av. Honório Alvares Penteado altura do número 1622 (pista conhecida como Pé no Chão) entretanto, desde novembro 2010 começamos a fazer nosso Encontro na mesma avenida, mas na altura do número 5717 (pista Casquinha), devido a abertura do trânsito oriundo da cidade de Polvilho, que ficou com o tráfego intenso e perigoso para as modalidades esportivas alí praticadas; além dos tachões que dividem as faixas há uma lombada que fazia alguns dos nossos carrinhos saltarem e correrem o risco de perder o controle num ponto perigoso da pista, que infelizmente já houve um acidente fatal no ano retrasado causando um quase abandono dessas atividades.

Os esportes radicais sobre rodas, são populares na região Sul do Brasil, onde há o Pró Malarrara Teutônia, na cidade de Teutônia - RS, que tem a pista mais rápida do mundo e é uma das etapas do Campeonato Mundial da IGSA (Internacional Gravity Sports Association) e o que estamos fazendo, é fomentar a prática em nosso estado para termos representantes em eventos como esse e em outros.

No estado de São Paulo, temos carência de competição nesse formato, onde diversas modalidades andam juntas: Street Luge, Longboard, Patins In Line, Skate, Carveboard e o RollingSkate (uma espécie de carrinhos de rolimãs), por isso temos organizado esses encontros com a finalidades de reunirmos um grande número de participantes para que num futuro possamos ter meios de realizar uma competição há muito almejada por quem pratica esses esportes.

Equipe Escova sonha com as Olimpíadas de Inverno
Na estréia do Brasil nas Olimpíadas de Inverno de Salt Lake City em 2002, a equipe de Bobsled que carinhosamente recebeu o apelido de Frozen Bananas (bananas congeladas) conquistou admiradores em todo o mundo assim como Jamaica em 1988, inspirando o filme Jamaica abaixo de zero.

Eric Maleson, o piloto do time brasileiro, não descuida dos preparativos para encarar a prova e assiste a um vídeo onde todo o traçado da pista de Salt Lake está bem detalhado.

"Estou superconcentrado e assistindo aos vídeos para já ir visualizando o que vou ter que fazer no dia da competição", explicou Eric. "O importante nessa hora é segurar a ansiedade e esperar a hora de entrar na pista para valer."

Desde então como fã dessa nova modalidade, Clezio Soares da Fonseca piloto Equipe Escova, vem acompanhando as atuações da Equipe Brasileira de Bobsled, tendo inclusive entrado em contato com o responsável Eric Maleson para obter mais informações a respeito da participação nesse tipo de competição. Pelo fato de que a forma de se praticar o esporte é quase idêntica entre o carrinho de RollingSkate e o Skeleton, surgiu a idéia de tentar montar uma equipe nessa categoria. Como não possuimos neve ou gelo para o desenvolvimento da prática do Skeleton a opção é usar os carrinhos numa pista de asfalto onde a sensação é a mesma e assim a adaptação fica muito mais fácil pois quem já está acostumado a andar de carrinho na mesma posição não sentirá medo como ocorre com corredores de atletismo que nunca praticaram esse esporte. A idéia continua em estado de gestação e quem sabe um dia os responsáveis enxergam essa possibilidade dando esperança para formação de atletas olímpicos oriundos dessa modalidade onde todos tem fácil acesso para se praticar.

Como é a estrutura da cidade para a prática?
Aqui em Diadema não se tem como praticar esse esporte, pois além de ser muito veloz necessita de um local onde não haja transito de veículos e moradias próximas que é para se evitar acidentes tanto com os carros quanto com os pedestres. Como moramos numa cidade densamente populosa e as ruas são de necessidades urbanas, torna-se impossível querer usufruí-las, por isso optamos em deslocarmos até Santana de Parnaíba onde há ainda locais propícios para a prática desse esporte com total segurança e sem atrapalhar a vida dos moradores locais, visto ser áreas livres e com geografia ideais (longas descidas asfaltadas).

Quem pode praticar o rollingskate?
Qualquer pessoa com idade de preferência acima dos 16 anos (com autorização dos pais, é claro!) e que não tenha medo que o "musketinho da adrenalina" lhe pique. Não esquecendo que é necessário ter além do carrinho, equipamentos de segurança como: capacete fechado de moto, cotoveleira, joelheira e uma roupa resistente (alguns usam macacões de couro).

Onde são realizados os treinos?
Hoje em dia o melhor local é em Alphaville (Santana de Parnaíba) , na pista que chamamos de "Casquinha" que é a av.Honório Alvares Penteado altura do nº 5717 (ver no google maps). É uma pista simples com uma descida que dá uns bons "pegas" com um percurso de 1 km e os carrinhos atigem em média 90 km/h. Todo os meses nos encontramos lá, são os chamados "Encontros dos Radicais", onde reunimos diversas modalidades tais como: Street Luge, Longboard, Carverboard, Patins In Line, Skate Slalon e os nossos Carrinhos que podem ser chamados de Rollingskate, Speed Cars, Street Skeletons e os Rockets (Equipe MRM).

Para assistir aos vídeos da Equipe Escova de RollingSkate, acesse: http://www.youtube.com/user/clezioauau

0 comentários :

Postar um comentário