Não faltou emoção na Skate Run 2015



Não faltou emoção na Skate Run 2015, a maior corrida de skate do mundo, realizada neste domingo (25), durante a Virada Esportiva de São Paulo. O percurso inédito pelas avenidas Rubem Berta e 23 de maio conquistou os mais de 8 mil participantes da terceira edição do evento, tanto pelas boas condições da pista e facilidades encontradas no Parque do Ibirapuera, tradicional ponto de lazer da capital, como pela maior competitividade entre os profissionais devido velocidade do novo traçado.



Rodrigo Steinbach, o Rato, campeão entre os profissionais da prova em 2013, levou incríveis 16min30s para concluir o trajeto de 8km. Foram 2 minutos para percorrer cada quilômetro, garantindo o bicampeonato. “O novo trajeto favoreceu bastante quem gosta e é especialista em skate de ladeira. Bom que descansou a perna e ai pude guardar energia para o final”, contou o atleta que participa pela terceira vez da competição e recomenda para os iniciantes. “O skate é uma modalidade abrangente, todos podem participar. Essa prova é um grande incentivo ao esporte e muito boa para unir a galera.”



Bruno Araújo, o Japa, vencedor no ano passado, garantiu o segundo lugar (16min37s) e a dobradinha de campeões na categoria masculino profissional. O paranaense Alison Sole Garcia subiu ao pódio em terceiro lugar (17min37s). Na categoria profissional feminina, Georgia Kalena Bontolin levantou a taça de primeira colocada pela terceira vez consecutiva, fechando o trajeto em 21min36. Logo em seguida cruzaram a linha de chegada Laura Alli Wilke, em segundo lugar (26min49s) e Renata Glockner Araújo, terceiro (34min06). “Gosto muito dessa sensação de superação. O percurso novo é pura adrenalina, a descida da 23 me ajudou muito. Recomendo para todos que praticam. Vale muito a pena se reunir com a família do skate e a experiência é ótima”, ressalta Georgia, que tem apenas 18 anos.

Skate Run também é Internacional

Os amadores também correram muito e mantiveram o impulso durante todo o trajeto. Entre os destaques estava o argentino Marcos Mendes. O skatista saiu diretamente de Córdoba para São Paulo só para correr a Skate Run e volta para casa satisfeito com o que viu e principalmente com seu resultado individual. O tempo de 17min16s deixaria Marcos na terceira colocação entre os profissionais e com a medalha de ouro no amador. Mas como era o único estrangeiro inscrito, a organização decidiu premiá-lo separadamente com um brinde exclusivo.

“Eu era velocista, integrei a seleção argentina de atletismo por muitos anos, mas me aposentei das pistas e decidi me dedicar ao skate, que era apenas um hobby. Virei profissional no meu país e desde 2011 acostumei a vir para o Brasil competir, mas dessa vez foi mais do que especial. Estou muito feliz por ter participado dessa prova”, contou o skatista.

O vencedor do percurso de 8Km amador de 2015 foi Artur Maniero (17min17s), com Eder Valentin da Silva ficando com o segundo lugar (17min18s) e Natan dos Santos terminando em terceiro (17min47). Na categoria Feminina Amadora, a medalha de ouro ficou Ana Paula Almeida (22min42s), a prata foi para Cristiane Andrigo (23min25s) e o bronze foi para Camila Rego (23min37).

Dia das crianças improvisado

Quem mais curtiu a festa da Skate Run 2015 foi a garotada e os pais. Renato de Araújo, advogado, fez questão de levar o pequeno Rafael, de 3 anos, para aproveitar. O menino foi o atleta mais novo inscrito no evento. “Eu corri sozinho no ano passado e esse ano trouxe meu filho. Ele se divertiu bastante e está super animado para brincar ainda mais”

Além do passeio de 3km, muitos aproveitaram as atividades da Arena Run & Fun, montada ao lado do Museu Afro, dentro do Parque Ibirapuera. A pista de street e a mini-rampa desmontável ficaram lotadas e a brincadeira rolou solta até o meio da tarde. “Achei ótima a mudança, principalmente essa iniciativa de andar pela 23 de maio, creio que é o sonho de muito skatista. Acho que esse tipo de prova precisa ocorrer mais vezes por ano pois esse ambiente é muito bom para reunir a família”, disse Cibele, supervisora de uma empresa de telecomunicação., que estava acompanhada do filho de 11 anos.



Para o Secretário Municipal de Esportes de São Paulo, Celso Jatene, trazer a corrida do Pacaembu para o Ibirapuera foi uma grande conquista da comunidade do skate. “Desde 2006 já havia uma aproximação minha com os skatistas e em 2013 foi possível concretizar esse projeto. Ter essa prova em um dos maiores centros de lazer da América Latina é o reflexo do sucesso da corrida. Esperamos que essa parceria continue e que esse ambiente familiar siga atraindo cada vez mais adeptos para a modalidade.”



Correndo ao lado do ídolo

Outra experiência proporcionada pela Skate Run 2015 foi a oportunidade de correr a prova ao lado de ídolos do skate nacional, como Sandro Dias, hexacampeão mundial e padrinho do evento. Em uma ação especial com a Riachuelo, cerca de 100 pessoas que adquiriram uma das novas camisetas da coleção skatewear lançada recentemente tiveram a chance de largar e acompanhar Sandro pelo percurso de 3km. “Pra mim foi emocionante. Eu tenho 15 anos, ando desde os cinco e o Sandro é uma grande inspiração. Também foi a primeira vez que participei da prova e com certeza depois do que vi aqui virei nas próximas”, contou o estudante Rodrigo Gomes.

A Skate Run é uma realização da Confederação Brasileira de Esportes Radicais, com apoio do Ministério do Esporte através da Lei de Incentivo ao Esporte, Prefeitura Municipal de São Paulo por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Recreação e patrocinado por Riachuelo. A comercialização é da XYZ.

Mais informações na página oficial do evento: www.skaterun.com.br
Siga também nas redes sociais:
facebook.com/skaterun
@skaterunoficial para twitter e instagram

Contatos:
Flávio Perez
contato@onboardsports.com.br
Tel: +5511999498035
www.onboardsports.com.br

Fonte: YOUP

Comentários